set 08

Luiz Almeida

Mais perdido que cachorro em dia de mudança

Você já ouviu a expressão “mais perdido do que cachorro em dia de mudança“? Ela é usada quando queremos expressar o quão perdido estamos em uma determinada situação. Por exemplo, sua primeira aula de inglês, ou um seminário de física teórica mostrando que tudo o que acreditamos ser real na verdade é apenas um holograma …

Continue lendo »

ago 19

Natália Pasternak Taschner

Comendo feito passarinho

“Eu não sei por que eu engordo! Eu como feito um passarinho!” Quem nunca ouviu um amigo fazer essa comparação, carregada de angústia? O que talvez seu amigo não saiba é que tudo depende do passarinho. Vários ditados populares relacionam nosso modo de vida e capacidades com habilidades específicas dos animais. Forte como um touro, …

Continue lendo »

ago 01

Natália Pasternak Taschner

Mulheres na ciência ou ciência nas mulheres: a pílula anticoncepcional

As contribuições das mulheres para a ciência são inúmeras, como já destacamos aqui, aqui e aqui. Mas e o contrário? Já se perguntou o que a ciência fez pelas mulheres? Quando pensamos nas maiores descobertas do século XX, aquelas que mudaram drasticamente o rumo da humanidade, geralmente lembramos do computador, da energia nuclear, dos antibióticos, das …

Continue lendo »

jul 06

Natália Pasternak Taschner

Bactérias, bebês e sua primeira microbiota!

A primeira microbiota a gente nunca esquece! E o nosso intestino idem. Diversos estudos já demonstraram a importância de uma microbiota intestinal saudável para a prevenção de doenças e manutenção da saúde. Aqui no Café na Bancada, já discutimos como as bactérias são importantes simbiontes dos humanos e como desempenham inúmeros papéis, tornando-se indispensáveis para …

Continue lendo »

jun 28

Henrique Iglesias Neves

Memórias póstumas do seu DNA

Vamos falar sobre morte. Temida pela grande maioria, desejada por alguns, encarada com normalidade por outros, e eterno plot das novelas do horário nobre (o mistério de quem atirou em fulano sempre se estende até o último capítulo, em geral sendo revelado quando alguém fica louco e põe fogo em uma casa). Sim, a morte …

Continue lendo »

Posts mais antigos «