«

»

abr 16

Por que os dedos “estalam”?

Os dedos estalam! Uma sensação de alívio após um longo período de atividades repetitivas, como escrever um longo texto ou digitar durante algumas horas? Ou ainda pelo simples prazer da sensação de relaxamento que esse ato nos proporciona, e que causa uma certa repulsa nos colegas? Confesso que durante muitos anos eu imaginei que eram meus ossos que estavam se ajeitando e o atrito entre eles é que provocava o estalo! Sempre ouvindo o famoso sermão: “SEUS DEDOS VÃO FICAR INCHADOS, MENINO!” Se você está se perguntando neste exato momento “Mas hein? Não são os ossos estalando??”, não se sinta sozinho. Muitos outros fizeram essa mesma pergunta. Vamos à explicação desse estalo! Mas antes, algumas informações importantes:

  1. Entre nossas juntas existe um líquido chamado fluido sinovial que tem a função de lubrificar as articulações, permitindo um movimento suave.
  2. Não conseguimos estalar os dedos mais de uma vez em curtos intervalos de tempo.
  3. Não fique com vontade de estalar os dedos enquanto você lê esse post!

Muito bem, dedos estalados! Agora vamos aos fatos! Conforme movimentamos as articulações durante o dia, bolhas de gás se formam nesse líquido que lubrifica nossas juntas. Quando realizamos o movimento de estalar os dedos, a região entre as juntas é pressionada e essas bolhas estouram, fazendo aquele barulho característico TEC (POC, CLECK… use a onomatopeia preferida nos comentários). As bolhas tornam a se formar após aproximadamente 25 minutos. Por isso não conseguimos estalar os dedos muitas vezes em um curto espaço de tempo. Lembrou de alguma coisa parecida com os estalos dos dedos que também nos dá um prazer inexplicável?bubbles Até o barulho é parecido, não? Pois é, bolhas de gás sendo pressionadas! Ainda sobrou uma pergunta a ser respondida:  “Estalar os dedos demasiadamente causa artrite ou qualquer outro problema nas articulações?” Um senhor chamado Donald L. Unger também estava cansado de ouvir sermão toda vez que estourava as bolhas das juntas e resolveu fazer um simples experimento. Ele começou a estalar os dedos apenas da mão esquerda – e nunca da mão direita – durante mais de CINQUENTA ANOS! Resultado: ele não teve artrite em nenhum dos 10 dedos das mãos! Com isso, ele concluiu que estalar os dedos não causava artrite, contrariando a crença popular que ainda persiste nos dias de hoje. Como um bom cientista, em 1998, Donald Unger mandou seus resultados para a Revista Arthritis and Rheumatis. Porém o artigo não foi aceito, porque o estudo precisaria ser feito com mais pessoas, com variação em etnias, sexo, classe social – e o mais incrível: um teste cego, ou seja, o estudo teria que levar em conta pessoas que não sabiam diferenciar direita ou esquerda! Porém nem tudo foi em vão! Em 2009, Donald Unger recebeu o prêmio IgNobel (primo menos sério – porém não menos importante – do Nobel) de Medicina pela sua descoberta! O IgNobel é uma cerimônia que ocorre em Setembro em Harvard e coroa descobertas que em um primeiro momento fazem as pessoas rirem… e depois pensarem. Para mais IgNobel acesse http://www.improbable.com/ig/ Unger DL (1998). Does knuckle cracking lead to arthritis of the fingers? Arthritis and rheumatism, 41 (5), 949-50 PMID: 9588755

Post Relacionados

Não há posts relacionados

Share

2 comentários

  1. clarisse faucon stephan

    Conclusao :não devo corrigir minha neta que nao pára de estalar os dedos? Rsrs. gostei.

    1. Luiz Almeida

      Olha, segundo o autor do estudo sua neta pode estalar os dedos quanto ela quiser, mas que o barulho de outras pessoas estalando os dedos incomoda um pouco… ah incomoda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Share